Igor Veiga (PERIGOR)

A poesia ganhando o mundo...

Textos


Poesia-me
 
Para que a noite anoiteça
e para que o dia diamante,
avante, poesia-me...
 
Poesia-me dos pés a cabeça,
para que a gente não esqueça
nossos ideais, nossos sonhos
guardados e empoeirados
dentro da gaveta.
 
Poesia-me em sua pele
como brasa, tatuagem,
para que o amor se revele
feito promessa escrita na árvore,
tal qual algumas pessoas fazem
quando carregam na bagagem
alguma chama de verdade.
 
Poesia-me em sua memória
para que nossa história não seja ilusória;
para que o nosso tempo valha a pena;
para que possamos fazer jus
a cada linha deste poema...
 
Igor Veiga (Perigor)
Enviado por Igor Veiga (Perigor) em 18/12/2017
Alterado em 18/12/2017

Música: 12 - Skank Grandes Sucess

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras